Escatologia e Messianismo em Is 8,23-9,6

Pesquisas em Teologia

Endereço:
Rua Marquês de São Vicente - 225 - Gávea
Rio de Janeiro / RJ
22451900
Site: http://periodicos.puc-rio.br/index.php/pesquisasemteologia/index
Telefone: (21) 3527-1974
ISSN: 2595-9409
Editor Chefe: Prof. Dr. Abimar Oliveira de Moraes
Início Publicação: 05/12/2018
Periodicidade: Semestral
Área de Estudo: Teologia

Escatologia e Messianismo em Is 8,23-9,6

Ano: 2019 | Volume: 2 | Número: 3
Autores: D. F. Belem
Autor Correspondente: D. F. Belem | [email protected]

Palavras-chave: Livro do profeta Isaías, escatologia, messianismo.

Resumos Cadastrados

Resumo Português:

O presente trabalho objetiva analisar o caráter messiânico e escatológico na perícope de Is 8,23–9,6. Utilizando o Método Histórico-Crítico e uma definição do conceito de messianismo e escatologia, observa-se muitos elementos escatológicos tais como: esperança por um dia de glória e salvação para Israel; um rei davídico ideal com um novo reino que ultrapassa os limites judaítas; ação efetuada somente por Deus, com sua intervenção na história e exercício do juízo; o fim relativo da história, com a distinção clara de duas épocas e um novo início; o aspecto da definitividade e a profunda relação com a história. Entretanto, falta o aspecto futuro, predominando o passado: portanto, o texto não é escatológico. Quanto ao messianismo, apesar da ausência de títulos messiânicos, Is 8,23–9,6 expressa a esperança de uma modificação radical a partir de um personagem histórico e concreto que ascenda ao trono. Seguramente, o menino descrito na perícope nos é apresentado como o cumprimento último do sinal do Emanuel e, portanto, um personagem claramente messiânico.



Resumo Inglês:

The actual essay aims to analyze the messianic and eschatological character in the pericope of Isaiah 8,23–9,6. By using the Historical-Critical Method and one definition of the concept of messianism and eschatology, we can observe many eschatological elements such as: hope for a day of glory and of salvation to Israel; one ideal davidic king with a new kingdom which surpasses the judahistic limits; action performed only by God, with his intervention in the history and the practice of justice; the relative end of history, with the clear distinction between two epochs and a new beginning; the aspect of definitivity and the deep relation with the history. Nevertheless, it’s absent the future aspect, prevailing the past: thus, the text is not eschatological. Regarding to the messianism, despite the absence of messianic titles, Isaiah 8,23–9,6 expresses the hope of a radical modification from a historical and real character that ascends to the throne. Surely the boy described in the pericope is shown us as the ultimate fulfillment of the Immanuel’s sign, and therefore a clearly messianic character.