EDUCAÇÃO AMBIENTAL E POLÍTICAS PÚBLICAS: FOCO DE INTERVENÇÃO NO SISTEMA EDUCACIONAL

Revista Sergipana de Educação Ambiental

Endereço:
Av. Marechal Rondon - s/n - Jardim Rosa Elze
São Cristóvão / SE
49100-000
Site: https://seer.ufs.br/index.php/revisea/index
Telefone: (79) 3194-6422
ISSN: 2359-4993
Editor Chefe: Aline Lima de Oliveira Nepomuceno
Início Publicação: 04/06/2020
Periodicidade: Bimestral
Área de Estudo: Educação

EDUCAÇÃO AMBIENTAL E POLÍTICAS PÚBLICAS: FOCO DE INTERVENÇÃO NO SISTEMA EDUCACIONAL

Ano: 2019 | Volume: 8 | Número: 2
Autores: Santos, S. T. da S., Mutim, A. L. B
Autor Correspondente: Santos, S. T. da S. | si[email protected]

Palavras-chave: Educação Ambiental. Políticas Ambientais. Políticas Públicas. Sistema Educacional.

Resumos Cadastrados

Resumo Português:

Neste artigo contextualizamos a formulação das políticas públicas no âmbito educativo, discorremos sobre a educação ambiental que se faz urgente e necessária nos dias atuais, para depois indicarmos que as políticas públicas, não são geradas e nem legitimadas pelo cidadão comum pois este mantém-se à margem da esfera da formulação, implementação e avaliação nas diferentes etapas da tomada de decisão. O artigo traz uma abordagem dos diferentes imbricamentos que envolvem o desenvolvimento das políticas educacionais. Pretendemos analisar as relações entre educação e as políticas públicas vigentes, visando o reconhecimento das questões que levam a não efetivação de políticas que já estão promulgadas, mas não efetivadas, diante do cenário complexo que se apresenta as questões educacionais que envolve a inserção da educação ambiental nos diferentes espaços da sociedade. Argumentamos que a participação social atualmente tem caráter emergencial. Acreditamos que as informações e os conhecimentos adquiridos por meio da Educação Ambiental e outras práticas sociais estão transformando os costumes e criando atitudes que melhoram as ações vinculadas aos programas sociais.



Resumo Inglês:

In this article we contextualize the formulation of public policies in the educational field, we discuss the environmental education that is urgent and necessary nowadays, to later indicate that public policies are not generated nor legitimized by the common citizen because it remains at the scope of formulation, implementation and evaluation at the different stages of decision making. The article presents an approach to the different imbrications that involve the development of educational policies. We intend to analyze the relationship between education and current public policies, aiming at the recognition of the issues that lead to the non-implementation of policies that are already promulgated, but not implemented, given the complex scenario that presents the educational issues that involve the insertion of environmental education. in the different spaces of society. We argue that social participation is currently emergency. We believe that information and knowledge acquired through Environmental Education and other social practices are transforming customs and creating attitudes that improve actions linked to social programs.



Resumo Espanhol:

En este artículo contextualizamos la formulación de políticas públicas en el campo educativo, discutimos la educación ambiental que es urgente y necesaria hoy en día, para luego indicar que las políticas públicas no son generadas ni legitimadas por el ciudadano común porque permanece en el alcance de la formulación, implementación y evaluación en las diferentes etapas de la toma de decisiones. El artículo presenta un enfoque de las diferentes imbricaciones que implican el desarrollo de políticas educativas. Pretendemos analizar la relación entre la educación y las políticas públicas actuales, con el objetivo de reconocer los problemas que conducen a la no implementación de políticas que ya se han promulgado, pero no implementado, dado el complejo escenario que presenta los problemas educativos que implican la inserción de la educación ambiental. en los diferentes espacios de la sociedad. Argumentamos que la participación social es actualmente una emergencia. Creemos que la información y el conocimiento adquiridos a través de la Educación Ambiental y otras prácticas sociales están transformando las costumbres y creando actitudes que mejoran las acciones vinculadas a los programas sociales.