Densidade de plantas e doses de NPK nos componentes de produção de soja-hortaliça na Savana de Roraima

Revista [email protected] On-line

Endereço:
Centro de Ciências Agrárias, Campus do Caume, Universidade Federal de Roraima, Monte Cristo, Rod BR 174, s/n
/ RR
69000-000
Site: http://www.agroambiente.ufrr.br
Telefone: 95 3627 2573
ISSN: 19828470
Editor Chefe: Sandra Catia Pereira Uchôa
Início Publicação: 30/11/2007
Periodicidade: Quadrimestral
Área de Estudo: Agronomia

Densidade de plantas e doses de NPK nos componentes de produção de soja-hortaliça na Savana de Roraima

Ano: 2015 | Volume: 9 | Número: 4
Autores: A. N. L. Monteiro, J. M. A. Alves, W. S. Matos , M. R. Silva , D. L. Silva , G. F. Barreto
Autor Correspondente: José Maria Arcanjo Alves | [email protected]

Palavras-chave: Adubação química. Densidade populacional. Glycine max. Produtividade de grãos. Soja alimento

Resumos Cadastrados

Resumo Português:

Objetivou-se com este trabalho avaliar o efeito de duas densidades e semeadura e doses de NPK (02-24-12) nos componentes de Produção da soja hortaliça linhagem JLM 08, na Savana de Boa Vista, Roraima. O experimento foi conduzido no período de novembro de 2013 a março de 2014, na área experimental do Centro de Ciências Agrária da Universidade Federal de Roraima, Campus Cauamé, em Boa Vista, Roraima. O delineamento experimental adotado foi em blocos ao acaso, em esquema fatorial (2 x 5), com três repetições. O primeiro fator correspondeu a duas densidades (40.000 e 80.000 plantas por hectare), enquanto o segundo a cinco doses de NPK (02-24-12) (0, 200, 400, 600 e 800 kg ha-1). Avaliaram-se a altura de inserção da primeira e da última vagem, diâmetro do caule, número de vagens por planta com 1, 2 e 3 grãos, número de vagens totais por planta, massa de 100 grãos, bem como a estimativa da produtividade de grãos. A altura de inserção da primeira e da última vagem do genótipo de soja-hortaliça JLM 08 não é influenciada pelas densidades de plantio nem pelas doses do adubo formulado. Na densidade de 80.000 plantas por hectare, o número de vagem por planta é influenciado pelas doses do adubo, apresentando resposta quadrática positiva. A dose de máxima eficiência técnica (492,86 kg ha-1) do adubo determina aumento de 18% na produtividade de grãos para a maior densidade de plantio.