A Centralidade do episcopado no Concílio Vaticano II. Aspectos teológicos e as retomadas pastorais

Atualidade Teológica

Endereço:
Rua Marquês de São Vicente, 225 - Departamento de Teologia - PUC-Rio - Gávea
Rio de Janeiro / RJ
22451-900
Site: http://www.maxwell.vrac.puc-rio.br/rev_ateo.php?strSecao=INDEX
Telefone: (21) 03527-1974
ISSN: 16763742
Editor Chefe: Maria Teresa de Freitas Cardoso
Início Publicação: 30/11/1997
Periodicidade: Quadrimestral
Área de Estudo: Teologia

A Centralidade do episcopado no Concílio Vaticano II. Aspectos teológicos e as retomadas pastorais

Ano: 2015 | Volume: 19 | Número: 49
Autores: Dom Filippo Santoro
Autor Correspondente: F. Santoro | segretariavesc[email protected]

Palavras-chave: Episcopado, sacramentalidade, colegialidade, ministério.

Resumos Cadastrados

Resumo Português:

O ponto de partida é a profi ssão de fé na Igreja Apostólica, com a identidade
de seus princípios de unidade na Tradição viva. Destaca-se, então, a experiência
do Concílio Vaticano II. Faz-se primeiramente uma contraposição com a
orientação teológica anterior, desde a teologia medieval às vésperas do concílio;
esta via o episcopado como ampliação do ministério sacerdotal. Já o Vaticano
II entende o episcopado como plenitude do ministério, com o tríplice múnus:
sacerdote, mestre e pastor. O artigo desenvolve uma abordagem analítica da
contribuição do concílio, tomando especialmente trechos da constituição Lumen
Gentium e do decreto Christus Dominus. Discorre sobre a sacramentalidade do
episcopado, a colegialidade episcopal e a ministerialidade episcopal, com uma
visão diaconal do ministério. Na conclusão, considera a presidência eclesial
e acentua três dimensões dadas no ministério episcopal: a memorial/pascal; a
santifi cante/escatológica e a testemunhal/martirológica.



Resumo Inglês:

The starting point is the profession of faith in the apostolic Church with
the identity of its principles of unity in the living Tradition. It accentuates,
therefore, the experience of the Second Vatican Council. It fi rst makes a
counterpoint with the previous theological orientation, from medieval theology
until the eve of the Council; this viewed the episcopate as the amplifi cation
of priestly ministry. However Vatican II understood the episcopate as the
fullness of the ministry, with the triple function: priest, teacher and shepherd.
The article develops an analytical approach to the contribution of the Council,
especially using passages of the constitution Lumen Gentium and from the
decree Christus Dominus. It touches on the sacramentality of the episcopate,
episcopal collegiality and episcopal ministry, with a diaconal vision of the
ministry. In conclusion, it considers, the episcopal presidency and accentuates
three dimensions given in the episcopal ministry: the memorial/paschal, the
sanctifying/eschatological and the witnessing/ martyrological.