AVALIAÇÃO DA ASSISTÊNCIA À PESSOA IDOSA NA ATENÇÃO PRIMÁRIA À SAÚDE: PERSPECTIVA DE USUÁRIOS

Revista Ciência Plural

Endereço:
Av. Senador Salgado Filho 1787, Lagoa Nova
Natal / RN
59056-000
Site: http://www.periodicos.ufrn.br/rcp
Telefone: (84) 3442-2338
ISSN: 2446-7286
Editor Chefe: Iris do Céu Clara Costa
Início Publicação: 31/12/2014
Periodicidade: Quadrimestral
Área de Estudo: Saúde coletiva

AVALIAÇÃO DA ASSISTÊNCIA À PESSOA IDOSA NA ATENÇÃO PRIMÁRIA À SAÚDE: PERSPECTIVA DE USUÁRIOS

Ano: 2017 | Volume: 3 | Número: 2
Autores: Ana Mayara Gomes de Souza, Tainara Lôrena dos Santos Ferreira, Katarina Marcia Rodrigues dos Santos, Débora Joyce Duarte de Oliveira, Fábia Barbosa de Andrade.
Autor Correspondente: Ana Mayara Gomes de Souza | [email protected]

Palavras-chave: Saúde do Idoso; Atenção Primária à Saúde; Pesquisa sobre Serviços de Saúde.

Resumos Cadastrados

Resumo Português:

Introdução:O aumento da expectativa de vida é de suma importância no contexto social e também um dos nossos  grandes  desafios; de  modo  que  se  tornam  fundamentais,estudos  que  priorizem  a  avaliação  da atenção à população idosa. Objetivo:Avaliar, a partir  da percepção dos usuários idosos, a qualidade da assistência da equipe profissional na Atenção Primária à Saúde da pessoa idosa. Metodologia:Trata-se de um estudo exploratório descritivo com abordagem quantitativa realizada na cidade de Santa Cruz, estado Rio  Grande  do Norte,  Brasil,  utilizando-se  uma  amostra  de  130  idosos. Resultados:No  que  se  refere  à qualidade do atendimento na APS, podemos observar que 48,5% dos usuários afirmou ser bom, uma vez que 26,2% verbalizaram que raramente havia rotatividade profissional. Em relação à educação em saúde, observou-se que 82,3% nunca receberam orientações sobre prevenção do câncer e controle de quedas e 41,5% algumas vezes recebiam sobre importância de realização de atividade física. No que diz respeito à necessidade de encaminhamento dos pacientes àoutros serviços observou-se que 50,0% algumas vezes foram encaminhados e 29,2% dizem algumas vezes terem sido contra referenciado. Conclusão:A atuação dos  profissionais  da  APS  foi  adequada,oque  confere  boa  qualidade  aos  serviços.As  fragilidades  ainda existentes,oferecem subsídios para que estes possam ser estimulados a elaborar novas estratégias para melhorias à saúde do idoso.



Resumo Inglês:

Introduction:The increase in life expectancy is of paramount importance in the social context and also one of  our  great  challenges;  thus,  studies  that  prioritize  the  evaluation  of  attention  to  the  elderly  population become  fundamental. Objective:To  evaluate,  from  the  perception  of  the  elderly  users,  the  quality  of  the assistance of the professional team in the Primary Health Care to the elderly person. Methodology:This is a descriptive exploratory study with a quantitative approach performed in the city of Santa Cruz, Rio Grande do Norte State, Brazil, using a sample of 130 elderly people. Results:Regarding the quality of care in PHC, we can observe that 48.5% of the users said that they were good, since 26.2% stated that there was rarely any professional turnover. Regarding health education, it was observed that 82.3% never received guidance on  cancer  prevention  and  control  of  falls  and  41.5%  were  sometimes  given  over  importance  of  physical activity. Regarding the need to refer patients to otherservices, it was observed that 50.0% were sometimes referred and 29.2% said they were sometimes referred to as referrals. Conclusion:The performance of PHC professionals  was  adequate,  which  gives  good  quality  to  the  services.The  fragilities  that  still  exist,offer subsidies so that they can be stimulated to elaborate new strategies for improvements in the health of the elderly.