ASPECTOS DA DINÂMICA TERRITORIAL E DEMOGRÁFICA DA FRONTEIRA SUL DO BRASIL

Boletim Geográfico do Rio Grande do Sul

Endereço:
Avenida Borges de Medeiros, 1501/9º andar.
Porto Alegre / RS
90119-900
Site: http://planejamento.rs.gov.br/boletim-geografico
Telefone: (51) 3288-1539
ISSN: 24467251
Editor Chefe: Laurie Fofonka Cunha
Início Publicação: 30/06/1955
Periodicidade: Semestral
Área de Estudo: Geografia

ASPECTOS DA DINÂMICA TERRITORIAL E DEMOGRÁFICA DA FRONTEIRA SUL DO BRASIL

Ano: 2017 | Volume: 0 | Número: 29
Autores: A. M. A. Bertê, A. P. Cargnin, B. O. Lemos, S. B. Oliveira
Autor Correspondente: A. M. A. Bertê | [email protected]

Palavras-chave: Dinâmicas populacionais, transição demográfica, desenvolvimento regional, fronteira do sul do Brasil

Resumos Cadastrados

Resumo Português:

O artigo tem como finalidade analisar o comportamento das dinâmicas territoriais e demográficas na unidade da federação mais ao sul do Brasil, o Estado do Rio Grande do Sul, e dos países vizinhos, Uruguai e Argentina. A partir de estudos anteriores, realizados para o Estado, nos quais se verificou a intensificação de efeitos da transição demográfica e o esvaziamento da faixa de fronteira, procurou-se identificar similitudes nos países vizinhos e discutir as possíveis causas dessas dinâmicas. A análise dos dados demonstrou que a queda acentuada do crescimento demográfico também atinge fortemente o Uruguai, onde a população tende a se deslocar para a franja litorânea sul, nos departamentos de Maldonado, Canelones e San Jose. Na Argentina, a tendência se dá de forma menos intensa, com exceção de Misiones, que tem atraído população. A análise mostra que, tanto na fronteira com o Uruguai quanto com a maior parte da Argentina, essa dinâmica está relacionada com a falta de dinamismo econômico e escassez de infraestruturas, que têm expulsado a população para as áreas mais dinâmicas e urbanizadas.



Resumo Inglês:

This article aims at analyzing the behavior of territorial and demographic dynamics in the southernmost federation unit of Brazil, Rio Grande do Sul State, and in neighboring countries, Uruguay and Argentina. Based on previous studies conducted for the State, in which the intensification of the effects of demographic transition and the emptying of the border region were verified, this article sought to identify similarities in neighboring countries and discuss the possible causes of these dynamics. Data analysis showed that the sharp drop in population growth also strongly affects Uruguay, where the population tends to move to the southern coastal fringe, in the departments of Maldonado, Canelones and San Jose. In Argentina, this trend is less intense, except for Misiones, that has attracted population. The analysis shows that, both in the border with Uruguay as in the most of Argentina, this dynamic is related to the lack of economic dynamism and lack of infrastructure, which have driven the population to the most dynamic and urbanized areas.