Animais demais… os xerimbabos no espaço doméstico matis (Amazonas)

Anuário Antropológico

Endereço:
Universidade de Brasília, Campus Darcy Ribeiro, Departamento de Antropologia, Editores do Anuário Antropológico
Brasília / DF
70910-900
Site: https://journals.openedition.org/aa/
Telefone: (61) 3107-7299
ISSN: 1024302
Editor Chefe: Soraya Resende Fleischer
Início Publicação: 30/06/1976
Periodicidade: Quadrimestral
Área de Estudo: Antropologia

Animais demais… os xerimbabos no espaço doméstico matis (Amazonas)

Ano: 2012 | Volume: Especial | Número: 2
Autores: Philippe Erikson
Autor Correspondente: A. S. Lobo | [email protected]

Palavras-chave: Amazônia, Matis, povos indígenas, animais familiares, espíritos-donos

Resumos Cadastrados

Resumo Português:

Para os Matis, o espaço obtido da floresta para habitar e cultivar representa uma conquista sobre o universo dos animais e dos espíritos, um espaço socializado que deve ser preservado a todo custo contra
o possível retorno dos antigos donos. Por isso, os animais familiares admitidos na maloca formam, enquanto categoria liminar, na fronteira entre o social e o anti-social, um perigo simbólico que pode
ser comparado aos trechos de florestas em processo de regeneração. As restrições topográficas impostas aos animais familiares refletem portanto a ambiguidade inerente à sua inserção social.