ANÁLISE DAS PROPRIEDADES FÍSICAS E MECÂNICAS DO CONCRETO PRODUZIDO COM RESÍDUO SÓLIDO DE CERÂMICA VERMELHA

Colloquium Exactarum

Endereço:
Rod. Raposo Tavares, Km 572
Presidente Prudente / SP
19067175
Site: http://journal.unoeste.br/index.php/ce
Telefone: (18) 3229-2079
ISSN: 21788332
Editor Chefe: Robson Augusto Siscoutto e Ana Paula Marques Ramos
Início Publicação: 30/11/2009
Periodicidade: Semestral
Área de Estudo: Ciências Exatas, Área de Estudo: Engenharias

ANÁLISE DAS PROPRIEDADES FÍSICAS E MECÂNICAS DO CONCRETO PRODUZIDO COM RESÍDUO SÓLIDO DE CERÂMICA VERMELHA

Ano: 2012 | Volume: 4 | Número: 2
Autores: Cassio Fabian S. Campos, Giovane Bozette Mazini, Guilherme Augusto da Silva Neto
Autor Correspondente: Guilherme Augusto da Silva Neto | [email protected]

Palavras-chave: resíduo de cerâmica, concreto com agregado reciclado, agregado reciclado

Resumos Cadastrados

Resumo Português:

A construção civil é responsável pela maior parcela do consumo de recursos naturais dentre todas as outras
áreas, cerca de 50%, consequentemente, é também a maior geradora de rejeitos. Um destes rejeitos é a
cerâmica vermelha, que devido a sua fragilidade se quebram facilmente gerando grande quantidade de
entulhos. O presente projeto teve o objetivo de analisar a possibilidade da reutilização desse rejeito como
agregado para o concreto comparando suas propriedades físicas e mecânicas, com o concreto
convencional. Foram comparados os comportamentos de diferentes traços no concreto com uma
substituição gradativa de 20% do agregado graúdo natural pelo agregado reciclado de cerâmica vermelha
até atingir 100% de agregado reciclado, avaliando as possíveis alterações na massa específica, absorção e
índice de vazios, bem como a resistência mecânica a compressão. O concreto de referência apresentou
resultados na ordem de 25 MPa aos 28 dias de idade, já os concretos produzidos com agregados reciclados
apresentaram diminuição dos resultados da resistência à compressão de até 30%. Os demais índices
físicos também sofreram alterações como o slump que apresentou valores 4 vezes maiores, o teor de
absorção e o índice de vazios que aumentaram de 2 a 3 três vezes nos concretos com agregado reciclado.
Isso acontece devido à diferença entre as massas específicas da brita e da cerâmica. Apesar da cerâmica
afetar negativamente as propriedades mecânicas, esta diferença torna o concreto mais leve, ou seja,
diminui o seu peso específico, o que pode ser favorável em algumas situações.



Resumo Inglês:

The construction industry accounts for the largest share of consumption of natural resources among all other areas, about 50%. Consequently is also the largest generator of waste. One of these tailings is red ceramic, which due to its fragility break easily generate large amount of debris. This project aimed to examine the possibility of reuse of waste as aggregate for concrete comparing their physical and mechanical properties, with conventional concrete. We compared the behaviors of different traits in concrete with a gradual replacement of 20% of natural coarse aggregate by recycled aggregate red ceramic to achieve 100% recycled aggregate, evaluating possible changes in density, absorption and voids, as well as the mechanical compression. The reference concrete results presented in the order of 25 MPa at 28 days of age, since the concrete produced with recycled aggregates showed lower results of the compressive strength of up to 30%. The other indices also suffered physical changes as the slump that had values 4 times higher, the level of absorption and voids which increased 2-3 three times in concrete with recycled aggregate. This happens due to the difference between the densities of crushed stone and ceramics. Although the ceramic adversely affect the mechanical properties, this difference becomes lighter concrete, or decreases its specific weight, which may be favorable in some situations.