Educação inclusiva de estudantes surdos na Universidade Federal de Sergipe

Revista Docência do Ensino Superior

Endereço:
Avenida Presidente Antônio Carlos, 6627, Prédio da Biblioteca Central, 1º Andar (entrada lateral) - Campus Pampulha
Belo Horizonte / MG
31270901
Site: https://periodicos.ufmg.br/index.php/rdes/index
Telefone: (31) 3409-6451
ISSN: 22375864
Editor Chefe: Zulmira Medeiros
Início Publicação: 30/09/2011
Periodicidade: Anual
Área de Estudo: Multidisciplinar

Educação inclusiva de estudantes surdos na Universidade Federal de Sergipe

Ano: 2018 | Volume: 8 | Número: 1
Autores: Christianne Rocha Gomes, Joilson Pereira da Silva, Rita de Cácia Santos Souza
Autor Correspondente: Rita de Cácia Santos Souza | [email protected]

Palavras-chave: Educação inclusiva, Ensino superior, Inclusão, Surdez

Resumos Cadastrados

Resumo Português:

Diante do aumento do número de estudantes surdos no ensino superior, este artigo teórico propõe realizar uma reflexão sobre a atuação dos docentes no âmbito universitário, trazendo um breve panorama da Universidade Federal de Sergipe (UFS). Entendemos que o ensino dos surdos precisa estar em consonância com a Lei no 10.436/2002 e o Decreto no 5.626/2005, reconhecendo a Língua Brasileira de Sinais (Libras) como a primeira língua dos surdos. No entanto, identificamos que a educação que tem sido ofertada nos moldes da inclusão, especificamente na UFS, não vem atendendo, na totalidade, às peculiaridades do ensinoaprendizagem do surdo. Visto que os professores desconhecem as especificidades da surdez, as metodologias estão direcionadas para a maioria que não é surda, e a formação inicial e continuada dos docentes ainda se apresenta de forma frágil. Portanto, precisamos superar essas barreiras para a aprendizagem e a participação dos surdos no ensino superior, contribuindo, assim, com a plena inclusão.



Resumo Inglês:

With the increase of deaf students in higher education, this theoretical article proposes reflection about the performance of the teaching staff in the University, bringing a brief overview of the Federal University of Sergipe (UFS). We understand that the education for deaf students must be in line with the Brazilian Law No. 10.436/2002 and Decree No. 5.626/2005, recognizing Brazilian Sign Language (Libras) as the first language of the deaf. However, we have identified that the education that has been offered in the form of inclusion, specifically in the UFS, has not fully addressed the peculiarities of the teaching-learning of the deaf, since teachers are unaware of the specifics of deafness. methodologies are aimed at the non-deaf majority, and initial and continuing teacher education is still fragile. Therefore, we need to overcome these learning and participation barriers for the deaf in higher education, thus contributing to full inclusion.