DIVULGAÇÃO DE ACIDENTES AMBIENTAIS NO BRASIL: UMA ANÁLISE A PARTIR DE NOTÍCIAS DE JORNAIS DE GRANDE CIRCULAÇÃO

Revista Mineira de Contabilidade

Endereço:
Rua Cláudio Manoel - 639 - Savassi
Belo Horizonte / MG
30140-105
Site: http://revista.crcmg.org.br
Telefone: (31) 3269-8413
ISSN: 2446-9114
Editor Chefe: Profª. Dra. Nálbia de Araújo Santos
Início Publicação: 16/10/2000
Periodicidade: Quadrimestral
Área de Estudo: Ciências Sociais Aplicadas, Área de Estudo: Ciências Contábeis

DIVULGAÇÃO DE ACIDENTES AMBIENTAIS NO BRASIL: UMA ANÁLISE A PARTIR DE NOTÍCIAS DE JORNAIS DE GRANDE CIRCULAÇÃO

Ano: 2017 | Volume: 18 | Número: 3
Autores: Luiza Marques Borges, Janaína da Silva Ferreira, Suliani Rover
Autor Correspondente: Luiza Marques Borges | [email protected]

Palavras-chave: impactos ambientais, acidentes, multas ambientais, disclosure

Resumos Cadastrados

Resumo Português:

A pesquisa teve por objetivo analisar como as empresas que causaram impactos ambientais noticiados em jornais de grande circulação divulgam suas informações ambientais. Para isso, foram selecionadas empresas por meio de notícias relacionadas a esses acidentes publicadas nos jornais Folha de São Paulo e Valor Econômico. Das 1.180 notícias verificadas entre os anos de 2000 a 2015, 1.027 compuseram a amostra final. A divulgação das questões ambientais pelas empresas foi apurada por meio das Demonstrações Financeiras Padronizadas, Notas Explicativas, Relatórios de Sustentabilidade, Balanço Social, Formulário de Referência, Relato Integrado e Relatório da Administração. O estudo classifica-se como descritivo e qualitativo. Inicialmente, a amostra compôs-se de treze empresas, contudo, dadas as limitações de acesso aos relatórios, a amostra final resultou em seis empresas, sendo elas: Cemig, Chevron Corporation, Petrobras Transpetro, Petróleo Brasileiro, Samarco Mineração e Ultracargo (Grupo Ultra). Dos resultados, percebeu-se que a maioria das empresas não divulga de forma clara e completa suas informações relacionadas aos acidentes ambientais. As informações contidas nas notícias dos jornais não apresentaram contrapartida nos relatórios, por exemplo, os valores dos acidentes ambientais mencionados nas notícias. Observou-se que, exceto pela empresa Samarco, as demais companhias não apresentaram informações contundentes dos danos ambientais, limitando-se a citá-los ou divulgando informações positivas sobre a empresa, apesar de naquele ano ter ocorrido o acidente. O artigo contribui ao verificar o posicionamento das empresas em relação à opinião dos stakeholders.



Resumo Inglês:

The research aims to analyze how the companies that caused environmental damages reported in newspapers of great circulation divulge their environmental information. Thus, some companies were selected through news related to these accidents published in the newspapers Folha de São Paulo and Valor Econômico. From 1.180 news items recorded between 2000 and 2015, 1.027 made the final sample. The disclosure of environmental issues by companies was determined through the Standardized Financial Statements, Explanatory Notes, Sustainability Reports, Social Balance Sheet, Reference Form, Integrated Report and Management Report. The study is classified as descriptive and qualitative. Initially, the sample comprised thirteen companies, however, given the limitations of access to company reports, the final sample resulted in six companies: Cemig, Chevron Corporation, Petrobras Transpetro, Petróleo Brasileiro, Samarco Mineração and Ultracargo (Ultra Group). From the results, it was noticed that most companies do not clearly and completely disclose their information related to environmental accidents. The information contained in the newspaper reports did not have a counterpart in the reports, such as the values of the environmental accidents mentioned in the news. It was observed that, except by the company Samarco, the other companies did not present conclusive information of the environmental damage, limiting themselves to only mentioning them or divulging positive information about the company, although in that year the accident have happened. The article contributes to verify the position of the companies in relation to stakeholders’ opinion.