Coleções e arquivos virtuais públicos: objetivação e cultivação das práticas colecionistas1

Ponto Urbe

Endereço:
Avenida Professor Luciano Gualberto - 315, sala 22 - Butantã
São Paulo / SP
05508-010
Site: https://journals.openedition.org/pontourbe/
Telefone: (11) 3091-3171
ISSN: 19813341
Editor Chefe: Profª. Drª. Silvana de Souza Nascimento
Início Publicação: 06/08/2007
Periodicidade: Semestral
Área de Estudo: Ciências Humanas, Área de Estudo: Antropologia

Coleções e arquivos virtuais públicos: objetivação e cultivação das práticas colecionistas1

Ano: 2020 | Volume: 1 | Número: 26
Autores: J. R. Lopes
Autor Correspondente: José Rogério Lopes | [email protected]

Palavras-chave: coleções, arquivos virtuais, agenciamentos públicos, cultivação

Resumos Cadastrados

Resumo Português:

O artigo descreve um itinerário de pesquisas recentes sobre práticas colecionistas e destaca um recorte que propõe abordar as práticas coletivas de postagem de imagens de cidades na web, agenciadas por colecionadores, que visam constituir arquivos virtuais públicos e estabelecer reflexividades sobre as memórias locais e seus regimes de valor. Para tanto, analisa os agenciamentos operados coletivamente em duas cidades, através de páginas no Facebook (Mariana, MG; Taubaté, SP). O foco da análise objetiva evidenciar que, para além dos agenciamentos das memórias locais e seus propósitos, tais arquivos virtuais públicos configuram um campo coletivo de criação, através de procedimentos que se tipificam, incentivam e dinamizam uma cultivação das práticas colecionistas.



Resumo Inglês:

The article describes an itinerary of recent researches on collecting practices, while it highlights a cutout that proposes to address the collective practices of posting images of cities on the web, managed by collectors, which aim to establish public virtual archives and establish reflexivity on local memories and their value regimes. Therefore, it analyzes the agencies operated collectively in two cities, through Facebook pages (Mariana, MG; Taubaté, SP, in Brazil). The focus of the analysis aims to show that such public virtual archives constitute a collective field of creation, through procedures that typify, encourage and dynamize the cultivation of collecting practices.